Para montar a nossa lista de empregos para trabalhar em casa, usamos dados para ocupações com bons salários por hora e perspectivas de crescimento promissoras. Vale lembrar que como o trabalho em casa ainda é algo muito novo no mercado brasileiro, a maioria dos cargos nesta área esta fora do Brasil, mas a possibilidade de trabalhar nestes cargos só é limitada pela sua habilidade linguística.
Trabalha neste registo há seis meses, por volta de 20 a 25 horas semanais, transformando-se num emprego a tempo inteiro quando percebeu que conseguia ganhar dinheiro suficiente para o mês. Revelou na VICE, anonimamente, que as pessoas perguntavam se não havia problema com a legalidade do trabalho, mas não está a fazer nada ilegal, apenas é “moralmente duvidoso”.
Um assistente virtual faz tudo que um assistente tradicional pode fazer, desde o agendamento de consultas e manutenção de registros até preparar memorandos e relatórios. Mas há uma diferença fundamental entre o secretário tradicional e um assistente virtual: maioria dos assistentes virtuais são contratados, não empregados, e operam como empresas independentes com vários clientes. Isso pode tornar o campo de assistentes virtuais difícil de quebrar, porque os recém-chegados precisam se introduzir e se vender no mercado para clientes potenciais. O recomendado é o networking através de grupos locais comerciais, sites como Facebook e Twitter, entre outros sites. Experiência em contabilidade, gestão de eventos, mídias sociais e afins também ajuda.
É difícil conseguir uma carreira como um escritor freelance ou blogueiro em tempo integral, e ambos os campos já estão super lotados. Mas se você tem alguma coisa escrita ou experiência em edição em seu currículo, você pode encontrar um trabalho estável como revisor, especialmente para as empresas acadêmicas ou estrangeiras. Cactus Communications, uma editora indiana e empresa de tradução com sede em Filadélfia, contrata revisores para verificar trabalhos acadêmicos e documentos médicos escritos por falantes não-nativos. FirstEditing.com emprega revisores para trabalhar em manuscritos, teses e documentos de negócios. Embora nenhuma das duas empresas requer uma formação acadêmica específica, graus avançados e experiência em edição ajuda.
A procura por criadores de conteúdo é imensa, então se você tem alguma facilidade em escrever, fala outros idiomas e tem facilidade em tradução, já é meio caminho andado para se candidatar a vagas como tradutor ou redator freelancer para os mais diversos tipos de clientes que busca por fazer marketing de conteúdo, como empresas, blogs, sites especializados, entre muitas outras opções específicas.
Vale lembrar: esta lista está limitada com os empregos mais populares e que pagam melhor baseados em casa. Pode haver muitas outras carreiras e opções, principalmente na área de TI, que pagam melhor ou tão bem quanto. Fizemos aqui só uma forma de dar um pontapé inicial para sua procura e fazer você compreender que com a internet, não há limites no mundo e você pode ganhar muito mais do que ganha atualmente, trabalhando no conforto de casa. Só depende de você e de uma conexão com a internet.
É difícil conseguir uma carreira como um escritor freelance ou blogueiro em tempo integral, e ambos os campos já estão super lotados. Mas se você tem alguma coisa escrita ou experiência em edição em seu currículo, você pode encontrar um trabalho estável como revisor, especialmente para as empresas acadêmicas ou estrangeiras. Cactus Communications, uma editora indiana e empresa de tradução com sede em Filadélfia, contrata revisores para verificar trabalhos acadêmicos e documentos médicos escritos por falantes não-nativos. FirstEditing.com emprega revisores para trabalhar em manuscritos, teses e documentos de negócios. Embora nenhuma das duas empresas requer uma formação acadêmica específica, graus avançados e experiência em edição ajuda.
Quando você disca para o serviço de atendimento ao cliente de uma empresa, a chamada normalmente vai para um call center no Brasil ou no exterior. Mas cada vez mais, o atendimento ao cliente chama também busca agentes que trabalham de casa, respondem a perguntas, preenchem formulários de registro e reclamações através de seus computadores. O horário é flexível e qualificações são variadas, com algumas empresas exigindo apenas um mínimo de educação ou nível de experiência, apesar de uma base no atendimento ao cliente normalmente ajudar. Convergys e West Corporation se posicionam entre os maiores empregadores. Todos os três são altamente avaliados tanto pelos empregados quanto os órgãos que regulamentam as empresas formais no exterior. Eles contrata, agentes como funcionários e oferecem benefícios como férias pagas e seguro médico para os trabalhadores em tempo completo.

O dog walking está a ganhar cada vez mais aficionados. Se, há uns tempos atrás isto era bem mais usual no estrangeiro, agora está a começar a dar que falar em Portugal. Procure famílias que tenham um cão e não tenham tempo para o passear e ofereça os seus serviços. Ponto positivo? Pode passear mais do que um ao mesmo tempo e assim redobrar os seus lucros!
Para conseguir alojamento numa residência, o processo é feito por candidatura. Para os novos estudantes, o processo só abre depois do período de inscrições e matrículas. Uma vez que as vagas são limitadas – e que a maioria das camas já está ocupada com residentes que transitam do ano anterior – a concorrência por um lugar numa residência pode ser intensa. A prioridade vai para alunos bolseiros.
Se estamos a falar dos melhores empregos para estudantes, temos que falar desta possibilidade. Esta ainda é uma área pouco explorada em Portugal, mas que já começa a ganhar algum terreno. Fazer babysitting é ideal para quem quer ganhar dinheiro em casa a cuidar de crianças. Claro, que a opção é uma boa hipótese para quem gosta de crianças (e tem jeito para lidar com elas), mas se for o seu caso, tem tudo para dar certo.
É, por vezes, chamado o “o part-time dos universitários” e é fácil de ver o motivo. Numa visita a um call center percebe-se que muitas das cadeiras são ocupadas por estudantes que procuram um emprego que acrescentar “uns trocos” à mesada dos pais e, pelo caminho, ganhar algumas competências para o futuro – que serão fundamentais para os seus percursos profissionais (como a capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal, o forte sentido de responsabilidade ou a capacidade de liderança, por exemplo).
É, por vezes, chamado o “o part-time dos universitários” e é fácil de ver o motivo. Numa visita a um call center percebe-se que muitas das cadeiras são ocupadas por estudantes que procuram um emprego que acrescentar “uns trocos” à mesada dos pais e, pelo caminho, ganhar algumas competências para o futuro – que serão fundamentais para os seus percursos profissionais (como a capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal, o forte sentido de responsabilidade ou a capacidade de liderança, por exemplo).

Um bom profissional nessa área é mais do que um datilógrafo. Você terá de compreender vocabulários avançados e técnicos, entender gírias e contextos onde os áudios que você precisa transcrever acontecem. Você também precisará de paciência para repetir o áudio algumas vezes e revisar seu trabalho, com o cuidado de não deixar muitos erros e ser o mais detalhista possível. É fácil começar uma carreira nessa área e você pode ir se especializando, se gostar do trabalho. Porém, a maioria das empresas prefere mesmo é pagar o trabalho freelance.
Nestes alojamentos, os estudantes podem morar, gratuitamente, em casa de idosos. Em troca, apenas têm de fazer companhia aos proprietários e prestar algum apoio nas tarefas diárias. Além de ser uma opção muito económica, esta forma de alojamento tem também benefícios sociais e pessoais. Contribui, sobretudo, para o espírito de solidariedade e entreajuda dos alunos participantes.
Por exemplo, a renda mensal numa das residências universitárias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa é de 73,73 euros (aluno bolseiro) ou 160 euros (aluno não bolseiro). O valor da renda inclui despesas de água, luz, Internet e uso de espaços comuns, como a cozinha. O preço é convidativo, sobretudo tendo em conta os valores médios de arrendamento de um quarto.
É muito fácil. As grandes marcas querem conhecer o que opinam os consumidores sobre os seus produtos e serviços para comprovar que estão satisfeitos ou detetar que existem deficiencias e para tentar corrigi-las. Um estudo de mercado pode fazer que uma empresa tenha sucesso num produto ou perca uma quantidade de dinheiro muito grande por se lançar à aventura de olhos vendados. Normalmente é preferível saber o que é que pode acontecer e tomar decisões com mais clareza. Por isso, as grandes marcas contratam empresas de estudos de mercado para a elaboração de uma questionários bem planificados que têm de ser respondidos e cujo resultado sirva de base para a tomada de decisões. Aqui é onde Você entra em jogo, uma vez que são necessários consumidores com um determinado perfil que estejam dispostos a respondender a inquéritos de satisfação. E como recompensa por esta tarefa terão em troca dinheiro, presentes e prémios.
×