Tire vantagem das suas fortes capacidades de computação e digitação. Caso seja um digitador rápido e preciso, ótimo em criar apresentações interessantes com gráficos sofisticados ou capaz de criar tabelas e gráficos para representar dados, pode ganhar dinheiro ensinando e ajudando outros alunos com seus trabalhos e melhorando suas próprias habilidades ao mesmo tempo.


Ainda que tudo dependa das empresas que tenha escolhido inscrever-se para responder às sondagens e do tipo de inquéritos a completar, o valor estaria entre os 3 e os 15€ por cada pesquisa. Se for muito especilizada ainda pode ser mais. Como já referimos, a quantidade total dependerá do número de painelistas onde se inscreva e quantas mais melhor, já que aumenta a possibilidade de entrar em vários perfis solicitados para conhecer a sua opinião sobre determinados produtos e serviços. Se dispõe de tempo pode conseguir um dinheiro extra para os seus gastos e para comprar as coisas que deseje.
Para encontrar as melhores oportunidades, o estudante deve começar verificando se a sua universidade oferece estágios. Se não, procure buscar informações em sites como o Linkedin e agências de emprego e empresas especializadas, como o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Esses espaços trazem as melhores vagas e informações sobre processos de admissão em todas as áreas.
Caro utilizador, antes de assumir um compromisso financeiro com qualquer um dos nossos parceiros, verifique que se encontra numa situação económica viável para a realização do mesmo. O E-konomista.pt agrega informação e produtos financeiro de forma actualizada, mas não é responsável pelos mesmos. Se pretender actualizar alguma da informação que encontrou, por favor envie um email para: [email protected]
O que fazer com o tempo livre? E quando as despesas se avolumam? Um emprego poderá ser uma boa forma de equilibrar esta balança. Embora não seja obrigatório, o tipo de emprego que melhor serve normalmente as necessidades do povo estudantil é em regime de part-time. Então, por onde começar? Aqui ficam as nossas sugestões de como encontrar os melhores empregos para estudantes.
Nerds de computado podem fazer salários sólidos em suporte técnico, onde a demanda é alta e os horários, flexíveis. Trabalhando de escritórios domésticos, tais técnicos geralmente servem como o primeiro ponto de contato para clientes na solução de vários tipos de problemas, desde laptops, passando po aparelhos de som e soluções mais complexas, como problemas com servidores MySQL. Alguns trabalham diretamente para grandes marcas e varejistas. Mas quem procura emprego deve também considerar provedores de suporte de terceiros, incluindo PlumChoice, que lida com o suporte técnico para uma série de empresas famosas. A maioria dos técnicos da PlumChoice trabalham remotamente. A empresa procura por certificação profissional ou três anos de experiência no mercado.
Aqui está outra possibilidade que os estudantes podem explorar. E em muitos casos nem sequer tem que trabalhar em dias de aulas. Os trabalhos de numa empresa de catering são, por norma, eventos que decorrem aos fins de semana (como é o caso dos casamentos, por exemplo), mas mesmo aqueles que decorrem durante a semana (como eventos das empresas) costumam ser marcados para depois do horário de trabalho e de estudo – o que faz deste trabalho uma boa opção para estudantes.
Se você falar pelo menos duas línguas e ter uma conexão com a Internet, você está bem em seu caminho para se tornar um tradutor. Um número de empresas contratam pessoas multilingues para traduções freelance de documentos comerciais, sites da Web, softwares de computador e trabalhos acadêmicos. Preferência muitas vezes vai para os candidatos que falam línguas na demanda, como o chinês ou japonês, e tem currículos que ajudam na tradução de material técnico. A empresa de tradução SDL contrata freelancers para marcas como HP e LG. We Localize e Argos Translations também empregam milhares de tradutores ao redor do mundo. Posições são frequentemente freelance, mas os benefícios e os contratos variam conforme a empresa.

3 minutos Por Que Investir Na Internet. Não é novidade para ninguém que a internet, cada vez mais, faz parte da vida dos brasileiros. O que era um recurso útil apenas para algumas áreas de trabalho e setores da economia foi se tornando ao longo das últimas décadas uma ferramenta de conhecimento e entretenimento. Uma pesquisa recente revelou que somente no Brasil, 100 Milhões de Pessoas acessam a Internet e o telefone celular (Smartfones) é o dispositivo mais utilizado para o acesso individual da Continue lendo→
×